6 dezembro , 2016

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) elevou nesta segunda-feira (5/12), a sua previsão para a produção de soja no Brasil em 2016/2017, para 101,4 milhões de toneladas, na terceira estimativa divulgada pela associação para a safra que está sendo plantada. No levantamento anterior, a projeção era de 101,3 milhões de toneladas.

A expectativa da Abiove é de esmagamento de 41 milhões de toneladas no País (estável), enquanto as vendas externas devem totalizar 57,5 milhões de toneladas (57 milhões de t na previsão anterior). A estimativa de produção de farelo foi mantida em 31,1 milhões de toneladas, enquanto a de óleo permaneceu em 8,1 milhões de toneladas.

Para 2016, a associação ajustou suas projeções de processamento, exportação e estoque final total no Brasil. A Abiove reduziu de 39,9 milhões para 39,4 milhões de toneladas a sua expectativa de esmagamento neste ano.

A previsão de exportação caiu de 52,5 milhões de toneladas para 51,7 milhões de t, enquanto a de importação foi mantida em 400 mil toneladas. Com os ajustes, a associação aumentou de 3,431 milhões de toneladas para 4,231 milhões de toneladas a estimativa de estoque final brasileiro.

Após a redução na previsão de processamento no País, as estimativas de produção de farelo e óleo em 2016 também sofreram ajustes. A Abiove espera agora produção de 29,9 milhões de toneladas de farelo, ante 30,3 milhões de toneladas há um mês. A perspectiva de produção de óleo caiu de 7,95 milhões de toneladas para 7,85 milhões de toneladas.

Fonte: Portal Revista Globo Rural

Voltar
Top