20 agosto , 2014

A genética revela que o tino para o agronegócio corre mesmo nas veias de Marcelo Osto Paro. Aos 41 anos, o agricultor e pecuarista aprendeu cedo com o pai, João Osto Paro, como viver e prosperar da terra. Marcelo é Engenheiro Agrícola pela Universidade Federal de Lavras desde 1995 quando acompanhava o pai nos negócios das propriedades que mantinham em São Paulo e Goiás. Com o falecimento do mentor em 2008, Marcelo assumiu o comando e hoje está presente em mais dois estados: Mato Grosso do Sul, com pecuária e Tocantins, recentemente iniciado para o cultivo de grãos.  E foi na chegada ao norte do país que os negócios de Marcelo se depararam com o Grupo J. Demito. “Conheci o Grupo quando abrimos a propriedade no Tocantins, e com a necessidade da calagem a Caltins foi unânime em indicações”, revela Marcelo. Para ele, tão importante quanto a qualidade do produto adquirido é a confiança nos processos da empresa. “Visitei pessoalmente a Caltins e tive mais certeza de que fazemos um bom negócio, não tenho preocupações quando compro aqui”, declara ele que faz uso de calcário na correção do solo em todas as suas propriedades, mais de 30 mil hectares destinados à agricultura e pecuária.

Voltar
Top