2 dezembro , 2016

Em alta, os preços internacionais das commodities surpreendem nesta reta final de ano e ajudam a sustentar o saldo da balança comercial do país.

O Brasil, no entanto, já não tem mais alguns dos principais produtos da pauta de exportação para colocar no mercado externo. Soja e milho são exemplos.

O valor da tonelada de soja subiu para US$ 414 na média das exportações brasileiras em novembro, 8% mais do que o de igual período de 2015.

Com isso, as receitas obtidas com a soja em grão, de janeiro a novembro, subiram para US$ 19,1 bilhões, ante US$ 20,7 bilhões em 2015.

As estimativas iniciais não previam números tão próximos nas receitas deste ano, em relação às do ano passado. As divisas obtidas pelo país foram ajudadas também pelo volume exportado, que supera 50 milhões de toneladas.

As carnes “in natura” também ganharam preço neste final de ano, em relação a igual período do ano passado. O resultado foi que as receitas, apenas com o produto “in natura”, já somam US$ 10,7 bilhões no ano, acima das de igual período de 2015.

Fonte: Folha de S.Paulo

Voltar
Top