5 Março , 2018

Os preços de milho vêm apresentando fortes altas nos mercados externo e interno, segundo informam pesquisadores do Cepea. No cenário internacional, as cotações são impulsionadas especialmente por preocupações quanto ao clima na Argentina. No Brasil, muitos demandantes estão com baixos estoques e, com isso, precisam ceder nas negociações para conseguir comprar novos lotes de milho – esse cenário é verificado especialmente no mercado paulista.

Neste ambiente de alta, produtores/vendedores consultados pelo Cepea ofertam apenas pequenos lotes, dando prioridade aos negócios envolvendo a soja, que apresenta maior liquidez. Em fevereiro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) avançou 19,6%, e entre 23 de fevereiro e 2 de março, 9%, fechando a R$ 40,06/saca de 60 kg na sexta-feira, 2.

 

Fonte: AgroLink

Voltar
Top