20 setembro , 2016

Com o objetivo de definir a melhor época para plantio da soja e milho nos Cerrados do Piauí, a Embrapa Meio-Norte (Teresina), promoveu, na sexta-feira (16), uma reunião com representantes de produtores de grãos, de instituições bancárias, de ensino e também do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

No encontro, a Embrapa apresentou uma proposta de modelo para zoneamento agrícola de risco climático para soja e milho. O zoneamento é importante para definir a melhor época para plantio, baseado na distribuição de chuvas e tipos de solo, de maneira a reduzir os riscos de perdas da produção. De acordo com o pesquisador Paulo Fernando Vieira, as informações coletadas durante a reunião serão analisadas e submetidas ao Mapa, responsável pela publicação da versão final do zoneamento.

O pesquisador lembra que o zoneamento é também levado em conta por instituições bancárias na realização de financiamentos. “É observado na liberação de recurssos e do seguro agrícola”, acrescenta.

A Embrapa Informática Agropecuária, em Campinas, coordena esse trabalho, que conta com a participação de diversas unidades da empresa. A Embrapa Meio-Norte, em Teresina, coordena o trabalho no Piauí e colabora com o zoneamento para o Estado do Maranhão, em parceria com a Embrapa Cocais, de São Luís.

Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) é um instrumento técnico-científico de política agrícola e de gestão de riscos na agricultura. O ZARC indica épocas de plantio das culturas nos diferentes tipos de solo e ciclos dos cultivares, para cada município zoneado, de forma a minimizar os riscos de perdas causadas por eventos climáticos.

Dessa forma, é disponibilizado um mapeamento de risco climático, definindo datas de plantio mais adequadas para cada uma das culturas. O trabalho começa com o levantamento e análise do histórico de dados diários do clima (especialmente a pluviometria e temperatura), considerando também a capacidade de retenção de água do solo e as demandas climáticas das cultivares em cada fase do ciclo fenológico.

Considerando o comportamento provável do clima em cada época do ano e a forma como irá influenciar cada fase crítica de desenvolvimento das culturas, o ZARC define datas de plantio de forma a diminuir o risco de que uma adversidade climática coincida com uma fase crítica da planta, evitando assim a diminuição do potencial produtivo da cultura.

Para consultar indicações de datas de plantio do ZARC, veja as portarias disponíveis na página do Zoneamento Agrícola do Portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

Fonte: Embrapa

Voltar
Top